Tel: +32 (0)68.55.14.82
Fax: +32 (0)68.56.89.40

Albumina

A albumina é uma proteína pequena (66,3 kDa) e é a mais abundante no plasma humano, representando 55-65% da massa das proteínas totais. Possui diferentes funções biológicas, tal como a manutenção da pressão osmótica entre os espaços vasculares e extravasculares, o transporte e armazenamento de uma grande variedade de substâncias (iões, hormonas, medicamentos, bilirrubina, etc.) e, quando é catabolisada, pode servir como fonte endógena de aminoácidos. 

Apenas é observada hiperalbuminemia em caso de desidratação aguda. 

A hipoalbuminemia pode ser causada por uma diminuição da síntese ou pelo aumento do catabolismo ou uma combinação dos dois fatores. Está associada a inúmeras disfunções: analbuminemia congénita, problemas inflamatórios, doenças hepáticas, malnutrição, edema e ascite, etc. A hipoalbuminemia grave tem como consequência um desequilíbrio importante da pressão osmótica entre os espaços vasculares e extravasculares, provocando o aparecimento de edemas.